16 de nov de 2011

Sombras do meu destino

"As minhas raízes eu crio, eu vejo uma luz!
E as sombras do meu destino, a força que me conduz.
E a sorte não espera, seu valor não me seduz.
E todo tempo, uma semana o verde levou pra surgir.
Você destrói, a vida e o suor que a terra criou."