26 de nov de 2008

Há pessoas especiais!



Na vida temos oportunidade de conhecer pessoas fantásticas. Nunca vou esquecer quando ainda morava em Caxias e vim à POA participar de uma a atividade estadual do PCdoB e o Eliandro (outra figuraça ... outra hora falo dele), me apresentou uma pessoa como sendo uma mãe que ele encontrou na capital, quando veio cumprir tarefa estadual da UJS. Pois bem, foi aí que conheci uma conterrânea que estava na capital. Uma baixinha, sorridente que sempre tem ouvidos, colos, carinhos e broncas que só as mães dão!

Desde quando nos conhecemos até hoje já convivemos,sonhamos, bebemos, sorrimos, desfilamos no Porto Seco...Vamos Imperatriz!Hehehehe! Nos dias de carência,os agnolines e os bolinhos no café da tarde e o bom papo na zona sul, nos dias de trabalho porque ela foi minha chefe ou agora em algumas tardes na CTB.Faz quase cinco anos que moro em Porto Alegre. Convivo com a Soninha no mínimo há sete e digo que se tenho mães nesta cidade ela é a primeira da lista!

Soninha, tu és especial...

A filhota aqui está aí sempre!

20 de nov de 2008

No Brasil todo mundo "Bate Tambor"

"É na palma da mão olha meu amor
Nesse meu Brasil todo mundo bate tambor
É na palma da mão olha meu amor
Nesse meu Brasil todo mundo bate tambor
Bumba-boi e Boi-bumbá Ijexá, Maculelê
Carimbó, tambor de Minas Ciranda, Cateretê
Tem Calango e tem Fandango, tem Partido versador
Nesse meu Brasil todo mundo bate tambor
Samba-enredo, Samba-reggae Caboclinho e lundu
Tem Xaxado e tem Chegança Reisado, Maracatu
Capoeira na Ribeira Sua bênção, tocador
Nesse meu Brasil todo mundo bate tambor"

Leci Brandão

19 de nov de 2008

Pra não perder o costume...

Clube da esquina 2

Saco de borracha

Meu saco
não é de borracha
ele só diz
que vem e... passa
no final
tudo se encaixa
acho que meu saco
virou de borracha

Poucos dias com o blog no ar e já recebi um presente!!!



O BIG, grande parceria deu uma passada pelo blog e me deu um presente! Dá uma olhada no que essa figuraça, que eu conheci através do Sarau do Bezerra me deixou...

É nóis BIG!

Viva a poesia!

ilegal, imoral e engorda

Más notícias ...

Eu adoro saborear todo tipo de comidas do mundo,
sejam populares ou exóticas ...
ai vem alguém e me diz que esse tipo de mania ENGORDA.

Eu adoro saborear todo tipo de reações químicas do meu cérebro,
seja usando meios populares ou exóticos ...
ai vem alguém e me diz que esse tipo de vício é ILEGAL.

Eu adoro saborear todo tipo de prazeres da carne,
sejam eles populares ou exóticos ...
ai vem alguém e me diz que esse tipo de fetiche é IMORAL.

Quer saber...

Azar ...

Eu vivo a vida ...

Eles não!

B.I.G.

18 de nov de 2008

Imperdível! Novo cd do Zeca Pagodinho!

Imperdível!

Escolhi apenas essa para todos se familiarizarem e como costumo falar essa música faz "carinho por dentro"! Para o admiradores deste sambista e da boa música, vai a dica ...



Ogum (Part. Jorge Ben Jor)
Zeca Pagodinho

Eu sou descendente zulu
Sou um soldado de ogum
Um devoto dessa imensa legião de Jorge
Eu sincretizado na fé
Sou carregado de axé
E protegido por um cavaleiro nobre

Sim vou na igreja festejar meu protetor
E agradecer por eu ser mais um vencedor
Nas lutas nas batalhas
Sim vou no terreiro pra bater o meu tambor
Bato cabeça firmo ponto sim senhor
Eu canto pra Ogum

Ogum

Ogum
Um guerreiro valente que cuida da gente que sofre demais

Ogum
Ele vem de aruanda ele vence demanda de gente que faz

Ogum
Cavaleiro do céu escudeiro fiel mensageiro da paz

Ogum
Ele nunca balança ele pega na lança ele mata o dragão

Ogum
É quem da confiança pra uma criança virar um leão

Ogum
É um mar de esperança que traz abonança pro meu coração

Ogum

Ooogum

Deus adiante paz e guia
Encomendo-me a Deus e a virgem Maria minha mãe ..
Os doze apóstolos meus irmãos
Andarei neste dia nesta noite
Com meu corpo cercado vigiado e protegido
Pelas as armas de são Jorge
São Jorge sendo com praça na cavalaria
Eu estou feliz porque eu também sou da sua companhia
Eu estou vestido com as roupas e as armas de Jorge
Para que meus inimigos tendo pés não me alcancem
Tendo mãos não me peguem não me toquem
Tendo olhos não me enxerguem
E nem em pensamento eles possam ter para me fazerem mal
Armas de fogo o meu corpo não alcançará
Facas e lanças se quebrem sem o meu corpo tocar
Cordas e correntes se arrebentem sem o meu corpo amarrar
Pois eu estou vestido com as roupas e as armas de Jorge
Jorge é da Capadócia.

Salve Jorge!

17 de nov de 2008

Amigo é pra essas coisas...



Como já dizia Silvio Silva Júnior e Aldir Blanc "Amigo é pra essas coisas..." desde janeiro de 2005 que foi quando cheguei para ficar neste porto tão alegre, com seu céu azul infinito e o por do sol mais lindo deste Brasil. Desde então muitas coisas mudaram e muitas evoluíram.

Entre todas saliento os amigos que fiz, as mães e pais que me adotaram, os irmãos que me incluíram em suas famílias. Descobri também que são estas pessoas que temos que lembrar todos os dias, cuidar com carinho, estar sempre à disposição, ouvir e ser ouvido, compreender e ser compreendido.

Tudo isso pra dizer... Amigos, voltei! estou de novo na parada e agora não deixo ninguém mais em paz..huahuahauha